Passeio de 7 dias: Cidades Imperiais e Deserto de Marrocos

Dia 1: Casablanca – Rabat

A nossa viagem de 7 dias a Marrocos começa no aeroporto de Casablanca ou no local acordado nesta cidade marroquina, a maior e mais importante do país. Lá, um motorista de língua inglesa da nossa agência estará esperando por você com um veículo particular para transferi-lo para o centro.

Em Casablanca, vamos parar para visitar a Mesquita Hassan II, uma das maiores do mundo islâmico. A razão desta merecida paragem não é apenas a sua arquitectura espectacular, mas também o facto de poder ser visitada no seu interior, algo muito invulgar em Marrocos. Assim, saberemos como é dentro de um templo com estas características, onde a monumentalidade se mistura com a espiritualidade.

Depois de visitar a mesquita, iremos para Rabat, localizada a apenas 90 km por estrada. Embora não seja tão grande como Casablanca, forma uma enorme área urbana juntamente com a sua vizinha Salé, do outro lado do rio Bu Regreg. E o que é mais importante: é uma cidade com um centro histórico interessante, declarada Património Mundial pela Unesco. É também a capital do país e uma das famosas Cidades Imperiais.

A visita a Rabat será gratuita, para que você possa organizar a tarde à sua vontade, com um passeio que não deve perder os grandes monumentos de Rabat: a Torre Hassan, do período almóada (final do século XII) e o Kasbah dos Oudayas, cujas origens remontam ao mesmo século, mas com grandes reconstruções mais tarde. E não muito longe destes e de outros monumentos estará o charmoso riad onde você passará a primeira noite desta viagem de 7 dias por Marrocos.

Dia 2: Rabat – Meknes – Volubilis – Fez

O segundo dia deste passeio começará com o café da manhã incluído no riad em Rabat e depois você partirá para os lugares de interesse importantes que compõem este dia. A primeira delas, Meknes, é outra das Cidades Imperiais e Patrimônio Mundial da UNESCO. Muitos dos monumentos históricos de Meknes evocam Moulay Ismail, o sultão que a declarou a capital no final do século XVII. Seu mausoléu e os espetaculares portões da parede são exemplos disso.

Após um passeio livre por Meknes, continuaremos a rota para Volubilis, um sítio arqueológico romano. Colunas, mosaicos, arcos e outros vestígios nos recordarão a importância desta cidade na época do Império Romano, momentos vivos de esplendor nos tempos de Marcus Aurelius e Caracalla, entre outros. E precisamente por este motivo foi declarado Património Mundial pela Unesco.

À tarde nos mudaremos para Fez, outra Cidade Imperial e o terceiro Patrimônio Mundial do dia. Devido ao seu esplendor, é um dos lugares mais importantes desta viagem de 7 dias a Marrocos, por isso vamos visitá-lo em profundidade no dia seguinte. Por enquanto, você terá tempo para passear pelo centro e entrar em contato com a sua atmosfera e sua cultura popular. E à noite, você descansará em um charmoso riad localizado na medina.

Dia 3: Fez

Se existe uma cidade que merece ser descoberta com um guia, ela é Fez. E assim será neste dia do nosso passeio por Marrocos em 7 dias: após o café da manhã no riad, você encontrará nosso guia local oficial para caminhar pelos lugares mais importantes do centro histórico.

A rota não irá ignorar nenhum monumento ou bairro de máximo interesse. Por exemplo, a Mesquita e Universidade de Karaouine, uma das mais antigas instituições educacionais do mundo. Ou suas prestigiosas madrasas (Bou Inania, Attarine, etc.), pois Fez mantém o caráter de centro espiritual e intelectual conquistado séculos atrás. Não menos especial serão os bairros turísticos e souks de artesãos, entre os quais os curtidores, que mantêm seu tradicional trabalho em couro na medina.

Embora o passeio a pé seja personalizado, haverá lugares que terão que ser deixados de fora durante a manhã. Mas você poderá conhecê-los à tarde, já que terá a tarde à sua disposição para ampliar seus conhecimentos ou para viver experiências genuínas na cidade. Por exemplo, o bairro judeu ou Mellah e seu vizinho Palácio Real, com espetaculares Portões Dourados, atraem a atenção de muitos visitantes. O mesmo que o Museu Borj Nord, o Palácio El Glaoui ou os portões da parede, entre os quais se destaca Bab Boujloud.

Naturalmente, a tarde livre também será a oportunidade perfeita para ir às compras, já que Fez é uma das cidades com mais e melhor artesanato do país: couro, madeira, jóias, cerâmica e uma série de produtos feitos da maneira tradicional, que pode ser uma excelente lembrança deste passeio por Marrocos em 7 dias. E para concluir o dia, você vai passar a noite de novo na rama da medina. ___

Dia 4: Fez – Ifrane – Monkey Forest – Erfoud – Deserto de Merzouga

No quarto dia deste circuito deixamos as grandes cidades históricas e entramos nos recantos mais selvagens e autênticos da natureza marroquina. Após o café da manhã no riad em Fez, embarcaremos no nosso veículo e iremos para o extremo sul.

Em breve vamos conhecer as cidades e paisagens do Atlas do Meio. Por exemplo, Ifrane, uma cidade apelidada de “a Suíça da África” porque sua atmosfera lembra os Alpes: edifícios com telhados de empena em um ambiente montanhoso e verde, pois está localizada a uma altitude de mais de 1.700 metros, com abundante nevasca no inverno.

O Parque Nacional localizado entre Ifrane e Azrou, muitas vezes conhecido como Floresta do Cedro ou Floresta dos Macacos, também é muito charmoso. Esta árvore e este animal são muito característicos do país e uma interdependência vital se formou entre eles: os macacos da Barbária, em perigo de extinção, encontraram aqui o habitat perfeito para sobreviver, sendo o único primata encontrado no norte selvagem do Saara.

Depois de deixar este Parque Nacional, cruzaremos o Atlas do Meio e começaremos uma longa descida que nos levará ao Vale do Ziz, onde a paisagem muda radicalmente: no fundo coexistem palmeiras e campos, e em torno da aridez das hamadas pedregosas é imposta. Desta forma, a estrada chega a Erfoud, uma pequena cidade famosa pelos seus fósseis de dinossauros e outras criaturas que aqui viveram há milhões de anos.

O asfalto terminará em Merzouga, humilde cidade que dá nome a esta parte do deserto do Saara. Aqui mudaremos de meio de transporte: deixaremos o carro para subir nos dromedários incombustíveis, que são os mais adequados para a nossa excursão pelas dunas de Erg Chebbi. O final da excursão é um acampamento de tenda no meio do deserto, onde seremos recebidos com um chá berbere, jantar e passar a noite. E também onde viveremos um dos momentos mais especiais desta viagem de 7 dias a Marrocos: contemplar o espantoso céu estrelado, livre de todas as nuvens e da poluição luminosa.

Dia 5: Deserto de Merzouga – Rissani – Gargantas de Todra – Vale do Dades – Ouarzazate

Outro ponto alto desta viagem de 7 dias a Marrocos é o nascer do sol do quinto dia: das dunas de Erg Chebbi veremos como o sol emerge no horizonte e banha-se com uma luz mágica este mar de dunas de areia, no meio de um silêncio comovente. Depois disso, regressaremos ao acampamento para o pequeno-almoço e para levar os nossos camelos, que nos levarão de volta para Merzouga. Durante a manhã também reservaremos tempo para um bom banho, nas tendas ou em um hotel em Merzouga, de acordo com o pacote contratado.

De volta à estrada, teremos à nossa frente uma viagem cheia de atracções. A primeira é a visita à pequena cidade de Rissani, berço da dinastia Alaouite. Na sua medina e arredores podemos ver cenas genuínas, tais como um mercado tradicional envolto em aromas exóticos ou um parque de estacionamento para burros.

Depois de Rissani, a estrada nos levará por pequenas aldeias entre colinas áridas e palmeiras dispersas até a próxima parada: as Gargantas de Todra. Este desfiladeiro rochoso é um paraíso para os alpinistas, pois tem paredes naturais de cerca de 200 metros. Mas é também um lugar que vai surpreender qualquer viajante, pois seu desfiladeiro pode ser explorado a pé. As curvas sinuosas da estrada são também uma imagem que vale a pena parar.

Depois das Gargantas de Todra, viajaremos através do Vale do Dades, que faz parte da Rota dos Mil Kasbahs, assim chamada por causa das numerosas fortalezas berberes que marcam a estrada. Passaremos também pelo Vale das Rosas, onde esta flor é abundantemente cultivada, com um alto valor para a economia local.

Finalmente, chegaremos a Ouarzazate, cidade conhecida como a “Hollywood de Marrocos” para os seus estúdios de cinema que serviram de cenário para super produções da sétima arte. Dependendo do horário e do interesse, poderemos visitar os seus estúdios. Uma visita ao Taourirt Kasbah, localizado na periferia desta cidade e muito interessante pela sua arquitectura militar exterior de adobe, bem como pela sua exótica decoração interior, é com certeza. E no final, você vai jantar e dormir em um hotel em Ouarzazate.

Dia 6: Ouarzazate – Ait Ben Haddou – Telouet – Alto Atlas – Marraquexe

Após o café da manhã no hotel em Ouarzazate, tomaremos nosso veículo para percorrer os 25 km que nos separam do ksar de Ait Ben Haddou. Este complexo fortificado, declarado Património Mundial pela Unesco, é um dos melhores exemplos da arquitectura militar defensiva berbere. E não por acaso, porque era um ponto chave na rota da caravana que liga Timbuktu a Marrakech. Em tempos mais recentes, tornou-se um cenário perfeito para filmes e séries, como o Jogo dos Tronos.

Depois de uma visita de lazer a Ait Ben Haddou, voltaremos à estrada, que começará a ganhar altitude: entraremos no Alto Atlas, onde se encontram as montanhas mais altas do país. No caminho para cima vamos parar para visitar o Kasbah de Telouet, ‘irmã’ do Kasbah de Taourirt, pois era a residência do Senhor do Atlas, Thami El Glaoui.

Pouco depois, chegaremos ao Tizi n’Tichka Pass, um desfiladeiro natural localizado a uma altitude superior a 2.220 metros. Portanto, a vista panorâmica do Alto Atlas é fantástica, com picos cobertos de neve durante grande parte do ano e pequenas aldeias berberes deitadas nas suas encostas.

A cerca de 100 km do desfiladeiro, por uma estrada em contínua descida, chegaremos a Marrakech, a última cidade deste passeio de 7 dias por Marrocos. Você pode visitá-la livremente durante a tarde para ver os lugares mais representativos de sua medina, declarada Patrimônio Mundial pela Unesco: a Mesquita de Kutubia, a praça Jemaa el-Fna, a Ben Youssef Madrasa, o Palácio da Bahia e uma longa lista de monumentos e museus cheios de interesse. Tudo isto, a propósito, será perto do seu alojamento, que será uma ruína no centro da cidade.

Dia 7: Marraquexe – Aeroporto

O sétimo dia é o último dia desta viagem de 7 dias a Marrocos. Portanto, após o café da manhã no riad e se o programa permitir, seria possível dar uma última volta pela cidade para fazer algumas compras, por exemplo. Em qualquer caso, o nosso motorista chegará a tempo para a transferência para o aeroporto num veículo privado.

Os nossos serviços terminarão no terminal, com a esperança de voltar a acompanhá-lo noutro passeio como este de Marrocos dentro de 7 dias, mas noutras partes do país: a costa atlântica, o norte do Mediterrâneo…

PACOTE TURÍSTICO INCLUÍDO

  •   Recolher e deixar no aeroporto
  •    Confortável transporte privado com ar condicionado
  •    motorista / guia turístico que fala inglês
  •    Sandboarding no deserto
  •    Passeio de camelo

EXCLUSÕES DE PACOTES TURÍSTICOS

  •    Bilhetes de avião
  •    Bebidas
  •    Almoços
  •    Bilhetes
EnglishSpainBrazil